1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem avaliações)
Loading...

5 Dicas Simples para Evitar a Gengivite

0

A gengivite é a inflamação da gengiva, possui como principais sintomas o inchaço e a vermelhidão das gengivas, também o sangramento e dor ao mastigar ou durante a escovação dos dentes, por exemplo.

Na grande maioria dos casos, esta doença é causada, pela má higiene bucal, mas também pode ocorrer decorrente de alterações hormonais, como as que ocorrem durante a gravidez.

A gengivite é a inflamação da gengiva, possui como principais sintomas o inchaço e a vermelhidão das gengivas. (Imagem: Divulgação)
A gengivite é a inflamação da gengiva, possui como principais sintomas o inchaço e a vermelhidão das gengivas. (Imagem: Divulgação)

#1 Escovar os dentes corretamente

Está e sem dúvidas a dica mais importante, porque é o modo mais eficaz de evitar que haja o acúmulo de bactérias que ocasionem lesões nas gengivas. Em alguns casos, é possível ter gengivite mesmo com a escovação diária dos dentes e isso quer dizer que a escovação não está sendo feita da maneira certa.

A recomendação da escovação é de 2 a 3 vezes ao dia, em especial ao acordar e ao deitar, mas há pessoas que também podem preferir realiza-las entre as refeições.

#2 Usar o fio dental diariamente

Fazer o uso do fio dental após escovar os dentes é outra forma de garantir que o tártaro e os restos de comida, que ficam entre os dentes, sejam completamente eliminados, exitando que ocorra o acúmulo de bactérias que levam o aparecimento da gengivite.

Embora a utilização do fio dental seja um trabalho minucioso e que pode requerer algum tempo, ele não precisa ser feito todas as vezes que se escova os dentes, sendo apenas necessário uma vez ao dia. Senso assim, uma dia é escolher o momento do dia em que se tenha mais tempo disponível, como antes de ir dormir, por exemplo.

A recomendação da escovação é de 2 a 3 vezes ao dia. (Imagem: Divulgação)
A recomendação da escovação é de 2 a 3 vezes ao dia. (Imagem: Divulgação)

#3 Ter uma escova ou pasta de dentes na bolsa

Essa dica é aconselhável para quem não teve tempo de fazer a escovação dos dentes antes de sair de casa ou até mesmo para quem gosta de escovar os dentes entre as refeições, porque ela permite lavar os dentes em qualquer banheiro, como no do trabalho.

Outra opção é sempre manter uma escova e uma pasta de dentes reservas no trabalho ou no carro, para que esteja sempre disponível quando surgir tempo para fazer a higiene bucal. Entretanto, é bom lembrar que escovar os dentes mais de 3 vezes por dia pode causar danos ao esmalte dos dentes.

#4 Abandonar os vícios

A ingestão de bebidas alcoólicas, o uso de cigarro ou o consumo exagerado de alimentos industrializados ou com açucares, são alguns vícios que contribuem para o surgimento de doenças na boca. Desse modo, devem ser evitados ou, no mínimo, diminuídos ao longo do dia.

Fazer o uso do fio dental após escovar os dentes é outra forma de garantir que o tártaro e os restos de comida. (Imagem: Divulgação)
Fazer o uso do fio dental após escovar os dentes é outra forma de garantir que o tártaro e os restos de comida. (Imagem: Divulgação)

#5 Fazer limpeza profissional a cada 6 meses

Apesar da escovação dos dentes em casa ser um dos modos mais fáceis e simples de manter a boca limpa e livre de bactérias, ela ainda não consegue eliminar completamente toda a placa bacteriana.

Por conta disso, a cada 6 meses ou, no mínimo, 1 vez ao ano, deve-se ir ao dentista e realizar um limpeza profissional, que permita eliminar todo o tártaro e as bactérias que vão resistindo dentro da boca.

Recomendados para você:

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA