1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem avaliações)
Loading...

Antialérgico Cortisona Engorda?

0

 

Muitas pessoas apresentam quadros alérgicos por inúmeros fatores e por isso precisam fazer o uso de antialérgico para o tratamento mais eficaz do problema. O Cortisona, que são os corticoides, são usados, principalmente, por aqueles que apresentam quadros de asma, rinite e outras doenças alérgicas mais comuns.

O problema do uso prolongado desse tipo de medicamento é que, entre outros efeitos, ele pode ocasionar um aumento do peso, o que causa bastante desconforto entre aqueles que precisam utilizar o remédio para tomar conta da saúde. Mas você sabe por que isso acontece? Confira mais informações.

O que é Antialérgico Cortisona?

O antialérgico cortisona é um medicamento com efeito anti-inflamatório e imunossupressor. Ele é nada mais do que uma classe de remédios que podem ser usados como comprimido, pomada, creme e até de maneira injetável. Como dito anteriormente, ele é usado para casos de alergia que podem ser respiratórias, mas também na pele.

Antialérgico Cortisona
Antialérgico Cortisona. Imagem:diuvlgação

Entre os medicamentos mais comuns que apresentam a cortisona estão Betnelan, Depo-medrol, Meticorten, Celestone, Calcort, Solu-cortef, Decadron e Flebocortide, sendo que cada um deles é responsável por uma ação diferente no organismo.

Remédios em comprimido que tenham o cortisol não deve ser ingerido com estômago vazio, uma vez que a sua composição causa desconforto gastrointestinal.

Outros cuidados necessários ao fazer uso do medicamento para tratamento é suplementar a dieta com alimentos que sejam ricos em proteínas, cálcio, potássio, vitaminas A, D e C, uma vez que seu uso prolongado pode gerar alguns efeitos no organismo como a osteoporose.

Antialérgico Cortisona engorda?

Sim. Infelizmente, o antialérgico cortisona é um medicamente que tem em seus efeitos o fato de engordar aqueles que o utilizam, principalmente os que fazem uso contínuo por seus quadros alérgicos.

O cortisol é um hormônio produzido naturalmente pelo nosso organismo e a sua produção aumenta em momentos de estresse. Por isso, a ação do cortisona no organismo tem um efeito potencializado.

Antialérgico Cortisona
Antialérgico Cortisona. Imagem:divulgação

Como resultado dessa potencialização, o medicamento aumenta o apetite daqueles que fazem o seu uso e tem como consequência o aumento de massa corpórea e gordura na região abdominal. Ele também faz crescer a produção de glicose dentro do corpo o que pode gerar quadros de diabetes se o tratamento não for acompanhado por um especialista.

Existem algumas atitudes que podem ajudar para balancear o uso do medicamento e não sofrer tanto com o aumento do peso.

Antialérgico Cortisona
Antialérgico Cortisona. Imagem:divulgação

 

]A dica é diminuir o sal da alimentação, uma vez que ele retém líquidos, tomar muita água durante todo o dia, tomar chás diuréticos e sucos naturais e, se possível, fazer drenagem linfática. Essas medidas não evitam a sensação de inchado e aumento de peso, mas ajudam a aliviar o processo.

Antialérgico Cortisona efeitos colaterais

Além do fato de acarretar um aumento no peso, o antialérgico cortisona ainda tem como efeito colateral o aparecimento de hematomas, fraqueza, tontura, dor de cabeça, quadros de insônia ou muita sonolência, aumento da pressão arterial, boca seca, acne e até o uso abusivo do mesmo.

Na própria bula do remédio pode encontrar também como consequência do seu uso – principalmente prolongado – o aparecimento de “distúrbios eletrolíticos, musculoesqueléticos, gastrintestinais, dermatológicos, neurológicos, endócrinos, oftálmicos, metabólicos e psiquiátricos”.

Antialérgico Cortisona
Antialérgico Cortisona. Imagem:divulgação

E como todo medicamento, aqueles que possuem cortisona em sua composição devem ser evitados por gestantes ou mulheres em fase de lactação, pacientes com diabetes, insuficiência renal e que tenham quadro de epilepsia.

Os antialérgicos são uma grande ajuda para aumentar a qualidade de vida de pessoas que sofrem com diversos tipos de alergia. Porém, o seu uso deve ser recomendado por um médico e o tratamento deve ser todo supervisionado por um profissional para que não aconteça qualquer tipo de problema no seu organismo que não seja mais capaz de resolver.

Recomendados para você:

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA