1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem avaliações)
Loading...

Diverticulite. Causas, Sintomas e Tratamentos

0

Diverticulite é a inflamação e/ou infecção dos divertículos. Divertículos são pequenas bolsas que se formam na parede do cólon, geralmente em pessoas com mais de 60 anos de idade, muitas pessoas têm esse divertículos e não apresentam nenhum tipo de dor ou reclamação, porém quando esse divertículos infectam levam a um quadro chamado diverticulite, que costuma gerar febre, dor abdominal e alterações do trânsito intestinal.

Saiba mais Informações, acesse: 5 Dicas para Combater os Lábios Ressecados

Diverticulite. Causas, Sintomas e Tratamentos
Diverticulite. Causas, Sintomas e Tratamentos

Esses divertículos tem aproximadamente entre 2,5mm a 2,5cm e são bolsas projetadas pra fora da parede dos intestinos, podem se localizar em diversas partes do trato intestinal, mas geralmente encontram-se no intestino grosso, mais de 50% de pessoas acima do 60 anos, independentemente de ser homem ou mulher, apresentam esse divertículos.

Saiba mais Informações, acesse: 7 Principais Causas da Barriga Inchada

Quais são os Principais Sintomas da Diverticulite?

Os principais sintomas geralmente caracterizam-se por diarreia ou prisão de ventre, dor abdominal, febre, sensibilidade na parte inferior do abdômen, inchaço, gases, falta de fome e, eventualmente, náuseas.

Quais são as Principais Causas da Diverticulite?

Não sabe-se exatamente o que causa a formação dessas bolsas, mas sabe-se que seguir uma dieta empobrecida em fibras é uma das causas mais prováveis. Comum em quem uma dieta rica em alimentos refinados, como pão branco, arroz branco, cereais e bolachas.

Como resultado dessa alimentação, ocorre a constipação e presença de fezes endurecidas, que precisam de muitos esforços pra passar pelo reto, esse movimento cujo aumenta a pressão no intestino e pode causar a formação dessas bolsas.

Quais são as Principais Causas da Diverticulite?
Quais são as Principais Causas da Diverticulite?

Quais são os Tratamentos da Diverticulite?

O diagnóstico começa pela observação dos sintomas e continua após alguns exames laboratoriais, o melhor exame de diagnóstico é a tomografia computadorizada do abdômen, ela é capaz de diagnosticar não apenas a diverticulite como também abscessos e fístulas, caso existam.

A ultrassonografia também pode ser usada como o primeiro exame, pela facilidade do procedimento.

Saiba mais Informações, acesse: Como Emagrecer 10 kg em 10 dias

Pacientes que tenham a diverticulite sem sintomas não precisam de nenhum tratamento específico além de algumas alterações na dieta, de modo a adicionar mais fibras, pode ser adicionado alguma medicação e orientação familiar, repouso intestinal e dieta liquida inicialmente.

Os pacientes que apresentam os sintomas como dor abdominal, inchaço e febre, geralmente, devem ser hospitalizados para investigar a gravidade da doença, em poucos casos precisa-se de cirurgia.

Quais Principais Complicações Recorrentes a Diverticulite?

Existem algumas complicações causadas pela diverticulite, uma frequente é a hemorragia intestinal provocada pelo sangramento de um dos divertículos. Pode haver perfuração intestinal, formação de fístulas, abcessos, infecções urinárias e peritonite.

Quais são as Principais Causas da Diverticulite?
Quais são as Principais Causas da Diverticulite?

A Diverticulite é Hereditária?

Uma dúvida muito recorrente é se a diverticulite é hereditária e a reposta é não, ela não é hereditária. Os divertículos são adquiridos, não hereditários, são comuns em pessoas que comem uma dieta rica em gordura e pouca fibra, como já dito acima.

A maioria das pessoas aclima de 60 anos têm divertículos. O que pode acontecer é que doenças assim podem ocorrer em famílias, não por causa da genética da família mas por causa do estilo alimentar que são passados.

Saiba mais Informações, acesse: Veja como Prevenir as Crises de Estresse

Faça o exame pra saber se você tem essa doença para trata-la, se sentir os sintomas procure um médico imediatamente e não deixe que algo pior aconteça, tenha uma alimentação rica em fibras e exercite-se!

 

Recomendados para você:

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA