1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1.820 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Gravidez Ectópica Sintomas – Como Acontece e Quais os Sinais

0

Ser mãe ainda é o sonho de muitas mulheres e para se ter uma gravidez tranquila é preciso, desde o início da gestação, ter o acompanhamento de médico. Assim, possíveis problemas como uma gravidez ectópica podem ser diagnosticadas no começo.

Segundo estatísticas nacionais do Ministério da Saúde, esse tipo de gravidez é uma das causas de grande parte dos abortos espontâneos e óbito de mulheres.

Gravidez Ectópica Sintomas
Gravidez Ectópica Sintomas . Imagem:Divulgação

O que é Gravidez Ectópica ?

gravidez ectópica acontece quando o óvulo fertilizado, em vez de se prender no revestimento do útero, se implanta fora do útero.

Geralmente, nesse tipo de gravidez o óvulo se desenvolve nas trompas de falópio, que é o tubo conector dos ovários ao útero por onde o óvulo é conduzido. A gravidez ectópica quando ocorre nas trampos é chamada de gravidez tubária.

Saiba mais Informações, acesse: O HPV tem Cura?

Como acontece Gravidez Ectópica

A gravidez ectópica é um perigo para a vida da mãe, por isso ela não prossegue normalmente. É difícil o óvulo fertilizado sobreviver e se desenvolver em um feto, já que pode afetar as estruturas do corpo da mulher.

Caso não seja descoberta no início, a gravidez ectópica pode causar hemorragias internas, causar infertilidade e até a morte da mãe.

Gravidez Ectópica Sintomas

Os primeiros sintomas da gravidez ectópica são iguais a uma gravidez normal. No início ocorre o atraso da menstruação, depois a mulher sente os seios doloridos e inchados, além de fadiga, náusea e o aumento de incontinência urinária.

Saiba mais Informações, acesse: Doenças respiratórias

Outros sinais aparecem com a evolução desse tipo de gravidez, com seis a oito semanas de gestação, como hemorragia vaginal, dor abdominal ou pélvica.

Gravidez Ectópica Sintomas
Gravidez Ectópica Sintomas. Imagem:Divulgação

Com o prolongamento da gestação, as dores na barriga e na pélvis podem aumentar e se espalhar. O sangramento se torna mais intenso e a mulher pode ter tonturas, vertigens, desmaio, choque hipovolêmico (ocorre devido a perda de sangue, podendo levar a morte do paciente) e uma dor forte no ombro também causada pela hemorragia.

Gravidez Ectópica Abdominal

A gravidez ectópica geralmente acontece com a implantação do óvulo fertilizado nas paredes das trompas de falópio, mas em 2% dos casos o óvulo pode se prender nos ovários, no canal cervical ou na cavidade abdominal, neste último caso sendo intitulada de gravidez abdominal.

Alguns fatores podem levar à gestação ectópica entre eles cirurgias tubáreas anteriores, tabagismo, utilização de técnicas de reprodução assistida, processo de inglamação ou infecção anteriores no útero, ovários ou tubas uterinas, dificuldade em engravidar, alterações estruturais ou anatômicas nas trompas e métodos contraceptivos como problemas acarretados pelo uso de DIU.

Gravidez Ectópica Beta HCG

É complicado estabelecer o diagnóstico de gravidez ectópica apenas pelos sintomas iniciais. Normalmente, é necessária a realização de exames ginecológicos, como a ultrassonografia transvaginal e o Beta HCG positivo, que demonstra a elevação dos valores mais lenta que o habitual.

O Beta HCG ou BhCG é a sigla utilizada para nomear o hormônio gonadotrofina coriônica humana, o qual a dosagem sanguínea ajuda a atestar a gestação. Ele é obtido por meio de exames sanguineos e de urina, possuindo uma alta taxa de diagnóstico correto.

Tratamentos para a Gravidez Ectópica

Existem alguns tratamentos para a gravidez ectópica como cirurgia e o tratamento medicamentoso durante o início da gestação.

Infelizmente, é difícil salvar o embrião e a mãe corre um grande risco de morte se levar a gestação adiante, por isso o tratamento com medicamentos tem a finalidade de impedir o desenvolvimento do embrião. É utilizado para isso o metotrexato em dose única, injetado via intramuscular em dose única, geralmente.

O que é Gravidez O que é gravidez ectópica
O que é Gravidez O que é gravidez ectópica. Imagem:Divulgação

As indicações para o uso de remédios acontece com o embrião estiver com menos de 4 cm, com ausência de batimento no coração e de sinais de ruptura da tuba uterina e Beta HCG menor de 5000 mil/ml.

Após a injeção, o médico deve acompanhar a mãe com dosagens seriadas do hormônio. O objetivo é que os valores comecem a cair até chegarem a zero, se não houver resoposta o remédio deve ser administrado novamente.

Já o tratamento cirúrgico é feito para a remoção do embrião, sendo utilizado em 60% dos casos. A cirurgia pode acontecer por meio da laparoscópica para remoção do feto e reparo da área danificada da trompa.

A cirurgia aberta pode acontecer em casos de grande hemorragia interna e também da ruptura da trompa de falópio, podendo ocorrer também à remoção da mesma. O que não impedirá a mulher de engravidar novamente posteriormente.

Tipos de Gravidez Ectópica

A gestação ectópica é classificada de acordo com implantação dos óvulos fertilizados no corpo. A gravidez tubária acontece nas trompas de falópico, sendo o tipo mais comum. Esse tipo ainda pode ser classificado em relação ao local que o óvulo se instala na tuba uterina, podendo ser na extremidade fimbrial, na seção ampullary, no istmo da tuba ou na peça cornual.

Saiba mais Informações, acesse: Coletor Menstrual – O que é ?

Quase 2% das gravidezes ectópicas não são nas trompas de falópio ou também chamadas tubas uterinas, elas podem se estabelecer em outras regiões sendo, geralmente chamadas de não-tubais. Já a gravidez ectópica heterotopica acontece quando na ovulação a mulher libera mais de um óvulo e um deles se prende no útero e o outro em alguma extrutura externa.

 

 

Recomendados para você:

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA