1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (45.634 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Lipoma, Causas e Tratamentos

0

O lipoma é um tumor benigno constituído por células de gordura. Os lipomas costumam crescer no tecido subcutâneo, logo abaixo da pele.

Porém, apesar de não ser muito comum, também é possível a ocorrência de lipomas mais profundos, que surgem nos músculos, nervos, órgãos internos ou na cavidade abdominal.

Lipoma, Causas e Tratamentos
Lipoma. (Imagem:divulgação).

O que é o lipoma ?

Os lipomas são tumores benignos, não é câncer nem há risco de se tornar um. São compostos por gordura que se agrupam e formam uma protuberância arredondada por baixo da pele. A maioria dos lipomas mede entre 1 e 3 cm, mas alguns deles podem chegar até mais de 10 cm de diâmetro.

Cerca de 1 a 2% da população tem um ou mais lipomas pelo corpo. O lipoma pode surgir em qualquer idade, sendo mais comum em adultos e mulheres a partir dos 40 anos de idade é raro em crianças e adolescentes.

Saiba mais Informações, acesse: Anemia, Causas, Sintomas e Tratamentos

Ainda não se sabe por que o lipoma surge. Imagina-se que seja genético. Alguns casos de lipoma parecem surgir após um trauma local, mas essa relação ainda não foi comprovada.

Lipoma, Causas e Tratamentos
Lipomas. (Imagem:divulgação).

Sintomas do lipoma

Quando apalpado um lipoma costuma ser uma massa homogênea, com bordas regulares, indolor, mole, com consistência elástica e móvel. Apesar disso, alguns lipomas podem doer.

Ombros, pescoço, tronco e braços são os locais mais frequentemente acometidos pelo lipoma. Entretanto, em qualquer local do corpo onde exista gordura subcutânea pode aparecer um lipoma.

O lipoma ocorre frequentemente em pessoas magras. A obesidade não é um fator de risco, ou seja, não há uma relação direta entre ter mais gordura e o risco de desenvolver lipomas.

Essas características ajudam a distinguir um lipoma de um tumor maligno, como o lipossarcoma. Tumores malignos costumam se apresentar como uma massa endurecida, pouco móvel, dolorosa à palpação e com bordas irregulares.

Saiba mais Informações, acesse: Vitaminas do Complexo B, Conheça e Saiba os Benefícios Delas

Na imensa maioria das vezes, apenas a palpação é suficiente para definir que a lesão é um lipoma. Mas se a massa for dura, pouco móvel, dolorosa, ou se ela tiver qualquer outra característica incomum ao lipoma, o médico pode solicitar uma ultrassonografia ou uma biópsia da lesão para ter certeza que é um tumor benigno.

Tratamento do Lipoma

Na maioria dos casos, o lipoma é totalmente assintomático e geralmente não precisa de tratamento na maioria dos casos, a não ser que ele seja esteticamente incômodo ou provoque dor. Lipomas pequenos podem desaparecer espontaneamente, porém é muito comum um lipoma permanecer “quieto” e inalterado durante anos.

Nos raros casos em que o lipoma cresce demais ou a cirurgia para remoção é uma opção. O procedimento costuma ser simples e rápido, podendo ser feito apenas com anestesia local. A lipossucção é outra alternativa de tratamento.

Em geral, o lipoma retirado não costuma recorrer novamente.

Saiba mais Informações, acesse: Prisão de Ventre, Causas, Sintomas e Tratamentos

Valores para a Remoção do Lipoma

Não como saber o custo exato de uma cirurgia de remoção de lipomas. Os valores variam de acordo com a clínica e o médico. Somente após uma consulta é que o médico poderá saber qual o procedimento correto a ser tomado e os tipos de exames a serem feitos para então saber o custo da cirurgia.

Recomendados para você:

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA