1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3.109 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

O que é a AIDS – Tratamentos e Sintomas

0

A AIDS é uma doença que surgiu, de acordo com cientistas ingleses, na década de 1940. Contudo, sua propagação pelo mundo inteiro aconteceu de maneira catastrófica nos anos 80, acometendo as pessoas em escala democrática, ou seja, independente de gênero ou classe social.

Isso pode ser visto no Brasil bem de perto, quando ídolos da música foram vítimas dessa doença, até então desconhecida e avassaladora. Para quem não sabe, Renato Russo e Cazuza são exemplos de artistas brasileiros que morreram em decorrência de complicações da AIDS.

Saiba mais Informações, acesse: Como Evitar a Queda do Cabelo

Hoje, o controle desta síndrome pode ser feito de forma segura, e quando o tratamento é seguido corretamente a chance de óbito é mínima. Isso se deve ao alto investimento em pesquisas e tecnologias para desenvolver medicamentos eficazes, dando a chance de uma vida normal às pessoas que têm AIDS.

O que é a AIDS - Tratamentos e Sintomas
O que é a AIDS – Tratamentos e Sintomas. Imagem:Divulgação

O que é AIDS ?

A AIDS responde a uma sigla em inglês “Acquired Immunodeficiency Syndrome”, em tradução livre: Síndrome da Imunodeficiência Adquirida. É uma doença que ataca o sistema imunológico humano causada pelo vírus HIV, responsável por destruir os glóbulos brancos (linfócitos T CD4+).

A falta dessas células é o que deixa o organismo desprotegido contra agentes oportunistas. Assim, a pessoa com AIDS fica mais suscetível a contrair doenças que normalmente não teria, se não fosse portadora do vírus.

Saiba mais Informações, acesse: 7 Causa Comuns da Mestruação Atrasada

Apesar de ser controlada no Brasil e em boa parte do mundo, muitos países subdesenvolvidos, principalmente da África, que sofre com uma verdadeira epidemia de AIDS até os dias de hoje.

Desde a sua descoberta, a síndrome causou a morte de aproximadamente 30 milhões de pessoas e em 2010, 35 milhões era o número de portadores do vírus no mundo todo.

O que é AIDS
O que é AIDS. Imagem:Divulgação

Sintomas AIDS

Ao ser infectada pelo vírus HIV, a pessoa pode passar um espaço de tempo doente, com sintomas semelhantes aos da gripe (coriza, febre e dores no corpo). Depois disso, normalmente, o soropositivo (pessoa portadora do vírus HIV) fica um período sem sentir dores e outras reações, e à medida que a doença progride, atinge cada vez mais a imunidade do organismo.

Saiba mais Informações, acesse: Falta de Cálcio – Sintomas, Causas e Tratamentos

Esse período inicial é chamado de síndrome retroviral aguda e os sintomas que citamos começam a aparecer entre duas e quatro semanas após a contaminação com o vírus. Porém, algumas pessoas podem não apresentar sinal algum.

Sintomas da fase aguda:

  • Sintomas de gripe
  • Febre
  • Inflamação da garganta
  • Erupções na pele
  • Dores de cabeça
  • Feridas na boca e nas genitálias
  • Náuseas
  • Diarreia

A segunda fase da doença recebe o nome de HIV assintomático ou crônico, caracterizado por um período de latência clínica, onde a pessoa vai conviver com o vírus por três até mais de 20 anos. A média, entretanto, é de oito anos de latência.

No início dessa fase não aparecem sintomas, de forma geral, mas ao final dela, começam a aparecer alguns como:

  • Febre
  • Perda de peso
  • Falta de apetite
  • Problemas gastrointestinais
  • Dores musculares
  • Linfadenopatia generalizada persistente (inchaço indolor de gânglios linfáticos)

Vale lembrar que até então a pessoa ainda não desenvolveu a AIDS, pois o HIV está interferindo em seu organismo de forma que perca suas defesas.

Quando essas duas fases chegarem ao fim, a pessoa poderá apresentar certos sintomas característicos da presença estabelecida da AIDS, que geralmente ocorre após 10 anos de contaminação.

Ao detectar a AIDS, o paciente poderá sofrer com diversas infecções oportunistas causadas por bactérias, vírus, fungos e parasitas, que não poderão ser impedidas de agir por seu sistema imunológico. Os problemas mais comuns são:

  • Pneumocistose
  • Caquexia
  • Candidíase esofágica
  • Infecções respiratórias recorrentes
  • Diversos tipos de câncer, sendo o sarcoma de Kaposi o mais comum

Saiba mais Informações, acesse: O que é Hidrocefalia – Tem Cura?

Estas doenças podem afetar quase todos os órgãos do corpo. Além disso, a pessoa infectada terá que conviver com sintomas recorrentes como febre, suores, calafrios, diarreia, inchaço dos gânglios linfáticos, fraqueza e perda de peso.

Causas AIDS

A maior taxa de transmissão do vírus da AIDS se dá através de relações sexuais desprotegidas (sem o uso de preservativo, podendo ser via sexo oral e anal também). Entretanto, há outras formas que merecem atenção, pois causam a doença da mesma forma.

Conheça todas os modos de transmissão de AIDS:

Esperma e secreção vaginal contaminados: por isso a importância de fazer sexo com camisinha sempre.

Transfusão de sangue contaminado: antes de doar sangue deve ser realizado teste de HIV para não haver esse risco.

Compartilhamento de seringas: fazer uso de drogas injetáveis deixa os usuários mais expostos a sangues contaminados.

Leite materno: há 35% de chances de transmitir AIDS para o bebê durante a amamentação.

O que é AIDS
O que é AIDS. Imagem:Divulgação

Gravidez e parto: a mãe soropositiva pode fazer tratamento retroviral durante a gestação e evitar em até 99% a transmissão do vírus para o bebê. No parto, a medida preventiva é fazer uma cesariana, para não ocorrer risco de infecção por meio de secreções vaginais.

Após o nascimento do bebê, não poderá haver amamentação e deverá administrar medicamentos antirretrovirais como medida de prevenção.

Tratamentos AIDS

Não existe atualmente caminho para cura e nenhuma vacina disponível para o HIV. As únicas opções, mesmo após tantas pesquisas desenvolvidas, ainda são os cuidados para evitar uma exposição ao vírus e tratamento antirretroviral. Esse tratamento é feito logo após a contaminação chamado de profilaxia pós-exposição (PEP).

A profilaxia tem um calendário rigoroso para seguir de quatro semanas de dosagem e apresenta efeitos colaterais desagradáveis, como diarreia, náuseas e fadiga.

Tratamentos AIDS
Tratamentos AIDS. Imagem:Divulgação

E para inibir o risco de desenvolver a AIDS – após as duas fases inicias, como falamos no tópico sintomas -, são utilizadas as terapias antirretrovirais atuais, conhecidas como coquetéis. Elas têm esse nome pois são compostas por pelo menos três medicamentos (esse número varia de acordo com o paciente).

Administrando esse coquetel há a diminuição do risco de morte, mas os especialistas afirmam que os antirretrovirais também evitam tuberculose e melhoram a saúde física e mental de quem carrega o vírus. Porém, a eficiência dependerá da manutenção correta da terapia.

O site boaformaesaude.com.br é um espaço informativo de educação e divulgação sobre temas relacionados à saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto de diagnósticos ou tratamentos, sem antes consultar um médico ou profissional de saúde habilitado.

Recomendados para você:

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA