1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem avaliações)
Loading...

Veja as Vantagens do Parto na Água

0

O parto na água e definido quando a mãe dando a luz com os genitais tampados de água. A mãe se acomoda sentada em uma banheira e o pai pode acompanhar entrando na banheira e segurar a mulher, que nem no parto de cocoras.

Veja as vantagens do parto na água. (Imagem: Divulgação)
Veja as vantagens do parto na água. (Imagem: Divulgação)

A barriga e coberta por toda a água e deve manter-se na temperatura do corpo, a 37º C. Devido a água morna a grávida fica relaxada assim aliviando as dores e contrações, pois assim causa um aumento da aguagem sanguínea da mãe, relaxamento muscular e uma redução da pressão arterial.

Comparado com o parto natural, este parto e mais rápido assim sendo menos doloroso para a mãe e muito tranquilo para o bebe. Ele deixa um meio líquido e quente para outro meio líquido com a mesma temperatura.

Principais Vantagens do Parto na Água

Como o parto ocorre na água quente (entorno de 37º a 38ºC), dessa maneira acaba se transformando em um analgésico natural para a mulher, o calor permite o relaxamento dos músculos e auxilia o útero a se contrair para a dilatação do colo do útero, como um antiespasmódico.

O parto na água contribui para a rotação e a descida do bebe;

Ao mergulhar o corpo na água quente durante o período do parto, ira contribuir e permitir maior relaxamento dos músculos, tecidos e reduzindo os riscos de uma laceração.

Não e necessário que seja consumido drogas como anestesia, episiotomia e ocitocina quando e feito o parto na água.

Possuir um ambiente pacífico e calma auxilia a estimular de forma mais eficaz a evolução do trabalho de parto.

Nesse momento e de extrema importância ter uma equipe multidisciplinar, pois caso ocorra algum imprevisto durante o trabalho de parto a equipe poderá auxiliar com as materiais necessários para lidar nessa situação.

Quem Pode ter um Parto na Água?

Todas as mulheres que tiveram uma gravidez de baixo risco saudável, que não teve nenhuma complicação durante esse período de gestação e que apresenta um bebe igualmente, saudável, pode escolher pelo parto natural, dentro da água.

Veja as vantagens do parto na água. (Imagem: Divulgação)
Veja as vantagens do parto na água. (Imagem: Divulgação)

Dessa forma e possível ter um parto na água quando a mulher não possui parto de gêmeos, diabetes, hipertensão, pré-eclampsia ou já tenha realizado uma cesária anteriormente.

A mãe pode adentrar na água logo no início das contrações porque a água morna auxilia a apressar o começo do trabalho de parto, apresentando em pouco tempo que o bebe realmente esta preste a nascer.

Quem Não Pode Fazer o Parto na Água?

Existem casos em que não e recomendado esse tipo de parto, como em presença de mecônio, trabalho de parto prematuro, sofrimento fetal, diabetes, mulheres com sangramento excessivo, HIV positivo, Herpes Genital ativo, Hepatite-B, bebes com mais de 4000 g ou que precisem de monitoramento contínuo.

Os Contras de Fazer o Parto na Água

O parto na água pode se tornar perigoso, caso ocorra algum imprevisto, situações de emergência durante o parto, pelo em simples fato da mãe não estar em um hospital na cama e sim dentro da água.

Não corre risco de afogamento uma vez que, nos seus primeiros momentos em contatos com o ar fora, o bebe não usa o sistema respiratório assim continua a respirar através do cordão umbilical. Porem, sempre existe o risco de erro do mecanismo que defende o funcionamento do sistema respiratório, assim provocando aspiração da água.

Dicas Sobre o Parto na Água!

Com o corpo submerso na água, a mãe fica mais leve, assim tendo mais facilidade de encontrar posições confortáveis, ais eficientes e menos dolorosas durante o parto.

A mãe sente menos dor, por estar mais relaxada pela ação da água morna.

Pelo efeito da água a mãe tem uma menor pressão no útero e no abdômen durante o período de contrações, assim sendo menos intensas as contrações.

Veja as vantagens do parto na água. (Imagem: Divulgação)
Veja as vantagens do parto na água. (Imagem: Divulgação)

A transferência da placenta para fora e o mais leve o bebe repousa por breve segundos na água, em um ambiente mais próximo do que em que se encontrava no interior da placenta.

Geralmente, os partos que acontecem na água são mais rápidos, menos dolorosos e com menor índice de complicações, assim favorecendo uma rápida recuperação para a mãe.

Recomendados para você:

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA