1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem avaliações)
Loading...

Candidíase na Gravidez

0

Diferente do que muitas pessoas pensam, a candidíase na gravidez é muito comum porque é quando os níveis de estrogênio ficam elevados, o que favorece a proliferação do fungo que causa a doença. É importante possuir um conhecimento amplo sobre a doença nessa etapa da vida para poder tomar as devidas precauções.

A candidíase na gravidez é muito comum porque é quando os níveis de estrogênio ficam elevados. (Imagem: Divulgação)
A candidíase na gravidez é muito comum porque é quando os níveis de estrogênio ficam elevados. (Imagem: Divulgação)

Candidíase na Gravidez

A candidíase na gestação não tende a prejudicar o feto, no entanto, caso o parto seja normal e no momento dele a mulher esteja com a doença, a mesma pode ser passada para o bebê. Dessa forma o bebê apresentará os sintomas da candidíase já nos primeiros dias de vida.

Caso isso aconteça, o principal sinal são as placas esbranquiçadas dentro da boca. Isso pode gerar transferência de fungo novamente para a mãe, no momento da amamentação, gerando uma candidíase mamária e dificuldade na hora de amamentar. Por isso é fundamental eliminar a doença antes do parto.

Pomada para Candidíase na Gravidez

Diversas pomadas podem ser usadas na gestação para acabar com a candidíase. As mais indicadas são: Nistatina e Candicort. No entanto, as mamães também podem usar Clotrimazol de 1%, de 7 a 14 dias, Clotrimazol de 2% durante 3 dias, Nitrato de Miconazol de 2%, de 7 a 14 dias com aplicador ou Terconazol de 0,8% de 3 a 5 dias, com aplicador.

Candidíase Gravidez Bicarbonato

O bicarbonato de sódio é usado para vários tratamentos caseiros de doenças de todos os tipos. Inclusive, ele pode ser usado para diminuir a acidez da vagina e tratar a candidíase. Você deve misturar 1 colher de sopa de bicarbonato de sódio com 1 litro de água morna e fervida. Use essa mistura para fazer banhos de assento e lavagens genitais.

Diversas pomadas podem ser usadas na gestação para acabar com a candidíase. (Imagem: Divulgação)
Diversas pomadas podem ser usadas na gestação para acabar com a candidíase. (Imagem: Divulgação)

Candidíase na Gravidez Tratamento Caseiro

Para curar a candidíase na gravidez a mulher deve seguir alguns cuidados. É essencial usar pomadas antifúngicas como a que mencionamos, duas vezes ao dia, por até 10 dias ou de acordo com a recomendação médica.

Além disso é fundamental optar por calcinhas de algodão, evitar protetores de calcinhas perfumados e evitar o uso de calças apertadas.

Fistatina na Gravidez

Fistatina ou Nistatina é uma pomada indicada para uso vaginal após a prescrição médica. A aplicação deve ser feita com cuidado para evitar uma pressão excessiva no colo do útero. Você pode encontrar a Nistatina em farmácias e drogarias de todo o país.

Fluconazol na Gravidez

Fluconazol é um medicamento via oral indicado para tratar candidíase; a recomendação geral é sempre ingerir um comprimido de 150 mg em dose única. O mesmo pode ser feito na gravidez, no entanto, a mulher não deve exceder a quantidade recomendada e sempre deve ter acompanhamento médico.

Candidíase no Início da Gravidez

Independente de quando a candidíase surge na gestação, ela deve ser tratada rapidamente com o auxílio de pomadas e a mudança de alguns hábitos. Ao surgir qualquer indício de candidíase a mulher deve ir até o ginecologista para que ele lhe passe o tratamento mais indicado para o seu caso.

A candidíase na gestação não tende a prejudicar o feto. (Imagem: Divulgação)
A candidíase na gestação não tende a prejudicar o feto. (Imagem: Divulgação)

Candidíase na Gravidez Passa para o Homem

A candidíase pode passar para o parceiro através da prática de relações sexuais sem o uso de camisinha. No entanto, não é 100% de certeza que o homem desenvolverá o problema se tiver relação com uma mulher com candidíase, independente se ela estiver grávida ou não.

Gravidez Pode Usar Pomada Ginecológica

Durante a gravidez você pode usar pomadas ginecológicas, mas somente aquelas que forem indicadas pelo seu médico. Ele está ciente de todos os riscos e com certeza não irá lhe indicar nada que prejudique o feto ou a gestação.

Recomendados para você:

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA