1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem avaliações)
Loading...

Comer ovo diariamente faz mal a saúde?

0

É muito comum você ter a dúvida se comer ovos com muita frequência terá algum problema na sua saúde, no artigo preparamos diversas informações que irão tirar todas as dúvidas existentes. A baixo você pode conferir, comer ovo diariamente faz mal à saúde

Comer ovo diariamente faz mal à saúde?

Com toda essa quantidade de benefícios que o ovo traz e a facilidade de adquirir e preparar o alimento, algumas pessoas podem pensar em consumi-lo diariamente, no café da manhã, por exemplo. No entanto, será que ele pode ser ingerido dia após dia, ou comer ovo todo dia faz mal?

Dieta do ovo, funciona mesmo ?
Dieta do ovo, funciona mesmo ?

Acredita-se que a maioria das pessoas saudáveis possa consumir sete ovos por semana sem sofrer interferência nos riscos de desenvolvimento de doenças no coração. E existem pesquisas que sustentam esse ponto de vista.

Uma pesquisa da Universidade de Harvard, realizada no ano de 1999, identificou que o consumo de um ovo por dia não causa o aumento dos níveis de colesterol no sangue. O estudo analisou 115 mil pessoas ao longo de um período de 10 anos.

As formas mais saudáveis de consumir o ovo

Fritar o ovo aumenta em 50% as suas gorduras, portanto, não é modo de preparo tão recomendado. A NHS recomenda consumir o alimento bem cozido ou escalfado, sem adicionar sal ou mexido, sem acrescentar manteiga à receita.

É importante ter cuidado com o modo de preparar os ovos e não consumi-los crus ou mal cozidos. Isso porque existe o risco da contaminação por salmonela, uma bactéria que está presente na composição do alimento.

A salmonela causa a salmonelose, uma doença que traz consigo problemas como diarreia, febre muito forte e vômitos, além de poder matar crianças, idosos e pessoas imunodeprimidas.

Benefícios do ovo

Além de não prejudicar o coração, outros benefícios são:

  • Aumento da massa muscular, porque é uma boa fonte de proteínas;
  • Prevenir doenças como câncer, por ser rico em antioxidantes, como triptofano e tirosina;
  • Diminuir a absorção de colesterol no intestino, por ser rico em lecitina;
  • Prevenir o envelhecimento precoce, por ser rico em selênio, zinco e vitaminas A e E;
  • Combater anemia, por conter ferro e ácido fólico;
  • Proteger a visão, por conter os antioxidantes luteína e zeaxantina;
  • Manter a saúde dos ossos, por conter cálcio e fósforo;
  • Ajudar na formação da memória do feto e prevenir câncer de mama, por conter colina;

Assim, o ovo só não deve ser consumido em casos de alergia à albumina, que é a proteína deste alimento que está presente na clara.

A clara alimenta da mesma forma que a gema?

A gema concentra a maior quantidade de proteína dos ovos. Mas duas claras contêm quase a mesma quantidade de proteínas de um ovo inteiro, de acordo com Margaret Brown.

“Se você quer limitar seu consumo de colesterol, uma boa alternativa é preparar um omelete de claras”, disse ela.

Porém, na clara há uma proteína que pode causar alergias alimentares. Por isso, não é bom abusar do consumo delas.

Os especialistas consultados concordam que apesar do ovo ser uma das mais valiosas fontes de proteína animal, seu consumo deverá ser ajustado às necessidades da dieta de cada pessoa

Motivos para comer ovos todos os dias

  • ALTO VALOR NUTRICIONAL
    O ovo é um alimento rico em proteína que possui todos os aminoácidos essenciais em concentração e proporção equilibradas, ideais para atender as necessidades orgânicas, ou seja, é uma proteína de alto valor biológico sendo considerada a melhor entre as fontes alimentares.
  • VITAMINAS
    Possui várias vitaminas essenciais para a saúde como as dos complexos B, A e D, encontradas somente na gema.

    Vitamina A: tem efeito antioxidante e é essencial para a visão.
    Vitamina B2: ajuda o corpo converter alimentos em energia e promove o crescimento.
    Vitamina B12: essencial para a produção de hemácias, as células vermelhas do sangue.
    Vitamina E: combate os radicais livres que podem causar dano tecidual e celular.

  • BAIXO TEOR CALÓRICO
    Oferece uma proteína de alto valor nutritivo e de baixa caloria – 1 ovo contém cerca de 6 g de proteína e todos os 9 aminoácidos essenciais e tem apenas 70 calorias (1 ovo cozido)
  • CUSTO-BENEFÍCIO
    Apesar das variações de preço o ovo ainda é um alimento acessível para a população. Na cozinha ele é um verdadeiro coringa, fazendo parte de receitas e facilitando o improviso.
  • SACIEDADE
    A gema do ovo contém gorduras do bem (a monoinsaturada e ômega 3), o que ajuda a controlar o nível de açúcar no sangue, evitando picos de insulina, que disparam o apetite e favorecem o depósito de gorduras;
  • MASSA MUSCULAR
    O ovo é excelente para quem pratica exercícios. A clara é riquíssima em albumina, proteína de alto valor biológico que é quebrada em nosso organismo em várias partículas de aminoácidos que ficam a disposição para construir e reconstruir células do corpo, inclusive na reparação de músculos. A porção amarela do ovo, a gema, também é importante para hipertrofia, já que com seus nutrientes proteicos estão nutrientes lipídicos e vitamínicos. O melhor momento para o consumo de ovos é depois da prática de exercícios.
  • HUMOR
    O ovo é também uma excelente fonte de triptofano, aminoácido precursor da serotonina, substância que está associada na modulação do humor.
  • MEMÓRIA
    A gema do ovo é rica em colina, nutriente que pertence ao grupo das vitaminas do complexo B. A colina é necessária para a síntese de fosfolípides (componente de todas as membranas celulares) e utilizada na síntese da acetilcolina, neurotransmissor que auxilia na memória e na concentração.
  • ATIVIDADE CEREBRAL
    Por ser importante para nosso cérebro a colina presente no ovo auxilia na prevenção da doença de Alzheimer. À medida que a doença evolui a acetilcolina é destruída, portanto consumir a substância precursora do neurotransmissor ajuda a sua reposição.
  • ANTIOXIDANTE
    O ovo possui nutrientes com ação antioxidante como os carotenoides, a vitamina A e E, ácido fólico, zinco, magnésio e selênio. Estes componentes ajudam a proteger as células da ação danosa dos radicais livres, o que auxilia a retardar o envelhecimento celular precoce.

 

Recomendados para você:

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA