1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 1,00 de 5)
Loading...

O Que Corta o Efeito do Anticoncepcional

0

Muitos medicamentos são apontados como os vilões que cortam o efeito do anticoncepcional, mas nem sempre é assim. Na maioria das vezes a pessoa toma o medicamento de maneira errada e depois culpa algum outro medicamento pela sua gravidez indesejada.

É mais comum que um dia de atraso no momento de ingerir o anticoncepcional traga a gravidez inesperada do que a pessoa engravidar somente porque simplesmente combinou o anticoncepcional com alguma medicação.

Mas, como esse é um assunto que causa muita discussão, vamos explicar melhor algumas formas de cortar o efeito do anticoncepcional que pode ser que você ainda não saiba.

Muitos medicamentos são apontados como os vilões que cortam o efeito do anticoncepcional. (Imagem: Divulgação)
Muitos medicamentos são apontados como os vilões que cortam o efeito do anticoncepcional. (Imagem: Divulgação)

Quero Cortar o Efeito do Anticoncepcional Injetável

É complicado cortar o efeito do anticoncepcional injetável, mas algumas situações podem fazer isso por você. Se por exemplo, você esquecer de fazer a aplicação na data certa e ultrapassar o prazo do medicamento vai acabar tendo problemas com esse produto, pois ele não vai te proteger corretamente do perigo de engravidar.

É mito achar que algum medicamento tem esse poder de anular a ação hormonal da injeção de anticoncepcional. Somente o uso errado do medicamento ou alguma falha na sua fabricação que pode trazer esse problema para a pessoa.

Nimesulida Corta Efeito Anticoncepcional

A nimesulida trata-se de um anti-inflamatório de origem não hormonal, que é muito usada em situações de trauma, cirurgias e infecções. O medicamento também é prescrito em casos de inflamações, fora que pode ser usado ainda como medicamento sintomático, para diminuir a febre do paciente, por exemplo.

Mas, como tem uma alta ação anti-inflamatória é comum tomar a Nimesulida. No entanto, é um mito achar que a nimesulida nas doses normalmente prescritas tem efeito de anular o anticoncepcional, porque ela não tem esse poder.

Amoxicilina Corta o Efeito do Anticoncepcional Injetável

A Amoxicilina pode causar corte no efeito do anticoncepcional é um erro, pois esse anti-flamatótio comum em tratamento médicos na verdade não tem efeito nenhum. Os ginecologistas são praticamente unanimes quando o assunto é Amoxilina e anticoncepcionais.

É complicado cortar o efeito do anticoncepcional injetável. (Imagem: Divulgação)
É complicado cortar o efeito do anticoncepcional injetável. (Imagem: Divulgação)

Para todos o produto não tem esse poder de interromper o bom funcionamento do produto. Mas, existem mulheres que relataram o uso da Amoxilina e depois engravidaram. No entanto, nada foi comprovado cientificamente.

Lista de Remédios que Cortam o Efeito do Anticoncepcional

Mesmo diante desse impasse se medicamentos podem ou não podem cortar o efeito dos anticoncepcionais, veja a seguir uma listagem de medicamentos que algumas mulheres já apontaram como causadores de suas gestações inesperadas ou que alguns médicos apontam como um enfraquecedor do efeito do anticoncepcional se for usado em grande escala:

– Ampicilina

– Amoxicilina

– Griseofulvina

– Metronidazol

– Tetraciclina

– Cefalexina

– Clindamicina

– Dapsona

– Eritromicina

– Isoniazida

– Phenoximetilpenicilina

– Fenobarbital

É mito achar que algum medicamento tem esse poder de anular a ação hormonal da injeção de anticoncepcional. (Imagem: Divulgação)
É mito achar que algum medicamento tem esse poder de anular a ação hormonal da injeção de anticoncepcional. (Imagem: Divulgação)

– Primidona

– Topiramato

– Carbamazepina

– Fenitoína

– Hidantoína

Cabe lembrara que nenhum desses medicamentos foi comprovado que realmente corta os efeitos dos anticoncepcionais. No entanto, nunca é demais se prevenir se não existe o objetivo de engravidar. Use os métodos contraceptivos que estão no mercado e tenha uma gravidez responsável. Fora que anticoncepcional nenhum te ajuda na prevenção de doenças sexualmente transmissíveis.

Recomendados para você:

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA