1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem avaliações)
Loading...

Sintomas da Pneumonia: Fique Atento!

0

 

Nesta época do inverno é comum que se fique doente, principalmente com as mudanças bruscas na temperatura que vem acontecendo muito nos últimos tempos.

E para quem tem criança pequena ou um bebê em casa o cuidado deve ser redobrado, pois os casos de pneumonia são bem comuns nesta época do ano, e como o sistema imunológico destes pequenos seres são bem mais frágeis que os nossos, eles estão mais susceptíveis a contrair a doença. Por este motivo aqui vão alguns sintomas que podem ser sinal de pneumonia, fique atento.

Pneumonia infantil e em bebês

A pneumonia é uma infecção que se dá nos pulmões e os primeiros sintomas são bem parecidos com o de uma gripe comum, mas eles vão se agravando com o tempo.

Pneumonia
Pneumonia. Imagem:divulgação

Esta doença em crianças é causada normalmente por vírus ou bactérias, que atingem principalmente crianças com menos de 1 ano, desde modo é preciso os agasalhar, evitando que peguem correntes de ar frio.

Sintomas da pneumonia infantil e em bebês

Os sintomas da pneumonia infantil são os seguintes:

  • Febre acima de 38ºC;
  • Tosse com catarro;
  • Falta de apetite;
  • Respirações mais curtas e rápidas;
  • Esforço na hora de respirar, causando muito movimento na região do tórax;
  • Cansaço, sem energia para brincadeiras

Quando um bebê ou uma criança apresentar algum destes sintomas citados a cima ela deve ser levada imediatamente a um pediatra, para evitar que haja um agravamento no seu estado podem ocasionar uma parada respiratória.

Um pediatra pode facilmente identificar os sinais da pneumonia pela simples respiração de um bebê ou de uma criança, pois como ela tem dificuldade para respirar a respiração fica mais rápida, por este motivo você deve estar atento aos seguintes fatos que podem geralmente indicar casos de pneumonia:

Pneumonia
Pneumonia. Imagem:divulgação
  • Bebês com até 2 meses: 60 ou mais respirações por minuto;
  • Bebês de 2 meses a 1 ano: 50 ou mais respirações por minuto;
  • Crianças de 1 a 5 anos: 40 ou mais respirações por minuto.

Esta contagem deve ser feita somente quando a criança ou bebê estiverem completamente calmas, por isso, o melhor momento para verificar isto é durante o sono.

Tipos de pneumonia em crianças e bebês

Não há um único tipo de pneumonia que um bebê ou criança pode contrair, suas classificações variam de acordo com o micro-organismo que a causa, com o local onde ocorreu a contaminação e como ela aconteceu. Os tipos de pneumonia são os seguintes:

  • Pneumonia bacteriana: causada por bactérias;
  • Pneumonia viral: causada por vírus, e pode também atingir adultos;
  • Pneumonia aspirativa: ocorre com a aspiração de algum líquido, normalmente o próprio vomito;
  • Pneumonia hospitalar: se desenvolve a pessoa está internada no hospital ou até 72 horas após a liberação.

Sintomas da Pneumonia Silenciosa

Os sintomas da Pneumonia Silenciosa são os mesmos já citados anteriormente, tanto o dos adultos quanto o das crianças, a única diferença deste caso para os outros é que os sintomas não são tão intensos e a maioria dos casos passam despercebidos.

Pneumonia
Pneumonia. Imagem:divulgação

Por este motivo se usa o termo Pneumonia Silenciosa, porque normalmente sem o desconforto respiratório que é um dos principais sintomas da doença ela passaria despercebida, mas não significa que não esteja lá, por isso tome cuidado e fique atento a sua saúde.

Pneumonia é contagiosa?

Esta é uma resposta complicada de se dar, no caso geral pneumonia não é contagiosa, mas existem exceções. Existem alguns tipos de pneumonia virais que podem ser passadas de uma pessoa para outra. As pneumonias virais são causadas pelo vírus da gripe que em pessoas mais vulneráveis como crianças e idosos evoluiu para uma pneumonia.

Deste modo é importante ressaltar que ao entrar em contado com alguém que tenha pneumonia viral você dificilmente contrairia pneumonia, no máximo ficaria com um forte gripe, as únicas pessoa predispostas a contrair pneumonia de uma pessoa já doente são as que tem o sistema imunológico mais frágil, e normalmente são as crianças e idosos.

Recomendados para você:

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA